O Brasil Perdeu

11 Flares 11 Flares ×

O Brasil perdeu

A gíria que os assaltantes usam quando rendem alguém é: perdeu. Pois bem, o Brasil perdeu.

Perdeu com a decisão do STF que colocou todo o poder no Senado, discordando do relator que propunha um rito para o impeachment semelhante ao da cassação de Collor. Mesmo o afastamento temporário da presidente, que ocorreria se dois terços dos votos dos deputados aprovasse a continuação do processo, fica condicionada a votação do Senado.

No Senado, com a ajuda do Renan, a Dilma ganha. Não consigo entender a razão do Ministro Teori haver negado permissão para que fosse feita busca e apreensão de documentos nas residências e escritórios do Presidente do Senado, aliado da Dilma. Se existe uma acusação contra ele, autorizada pelo próprio Teori, por que não aprovar a busca? Isso somente atraza o processo contra Renan. Será que existe algum acordo secreto de proteção mútua entre ele e Dilma?

Renan Calheiros, presidente do Senado, abre as baterias contra Temer, o possível sucessor da Dilma. Outro racha no PMDB. Renan já está sendo investigado por seu envolvimento na Lavajato, mas Teori não deixa a Polícia Federal buscar provas contra ele, atrazando o processo. Renan faz o jogo da Dilma.

O PT não tem competência para dar solução à economia brasileira. As medidas impopulares que devem ser tomadas para consertar o Brasil são execradas pelo PT e pela Dilma. Com a saída do Ministro Levy, que perdeu todas as batalhas dentro do Governo, parece que vamos voltar à política da UNICAMP de incentivar o consumo. E afundar ainda mais o Brasil.

A Dilma não sai, pelo menos a médio prazo. Ela domina o Senado com a ajuda de Renan. Talvez ela somente saia no fim do mandato em 2018.

O Brasil perdeu.

Você concorda?

Deixe, por favor, sua opinião, observações e sugestões clicando em comentários no canto superior esquerdo desse artigo, logo abaixo do título.

Agradeço sua articipação.

Roberto Lima Netto, Ph.D., Economic Systems Planning, Stanford University.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *